5.11.07

Depois das más notícias só podem vir boas ou, neste caso, óptimas novidades!


Centro da cidade volta a ter cinema

H.S. 04/11/07

"Com a abertura do Porto Gran Plaza, a Baixa do Porto volta a ter cinemas. As seis salas incluídas no projecto levado a cabo pelo grupo Martifer serão mesmo das poucas a passar filmes na cidade. Além do Gran Plaza, o Porto só tem cinemas em mais dois centros comerciais Dolce Vita (Antas) e Cidade do Porto (Boavista), sendo que estas últimas salas estão em vias de fechar no princípio do próximo ano, segundo noticiou, ontem, o Público.

Os cinemas serão uma das principais apostas dos responsáveis do novo centro comercial da Baixa, mas não a única. No shopping, com uma área bruta locável de 19500 metros quadrados, destacam-se uma loja da Media Markt (5500 metros quadrados) e um health-club com SPA da Virgin (4000 metros quadrados) e um supermercado Minipreço. Além da ligação directa à estação de metro do Bolhão, o shopping terá um parque de estacionamento com cerca de 350 lugares.

Aquando da apresentação do projecto, os promotores revelaram que o Porto Gran Plaza representa um investimento na ordem dos 55 milhões de euros e que foi coordenado com a Câmara do Porto, a Sociedade de Reabilitação Urbana "Porto Vivo" e com o Instituto Português do Património Arquitectónico - a capela das Almas, imóvel classificado, fica junto ao empreendimento.

Os responsáveis do Porto GranPlaza lembraram, ainda, que o projecto permite a criação de 700 postos de trabalho. O novo centro comercial nasce sem a anunciada ligação directa ao Via Catarina. Recorde-se que o projecto inicial previa uma passagem aérea (coberta) sobre a Rua de Fernandes Tomás.

O Porto Gran Plaza é o segundo shopping a abrir na Baixa do Porto, depois do Via Catarina. Anunciado há muito está o terceiro - o Trindade Domus -, cuja abertura esteve prevista para este Verão. Por enquanto, naquele empreendimento, junto à Câmara do Porto, apenas funciona a Casa das Prendas e o estacionamento subterrâneo"

in Jornal de Notícias

(estas informações foram desmentidas pelos responsáveis do novo shopping no JN de 6.11.07. Afinal ainda não é desta que o cinema volta à Baixa)

2 comentários:

reinaldo correia disse...

Já não é mau, mas o problema do fecho dos medeia não é só o desaparecimento de cinemas na cidade, mas sim o desaparecimento daquele tipo de cinema.
P'ra ver filmes estúpidos já basta a UCI e a Lusomundo...

Leitao disse...

Pois, mas pelos vistos (ver "actualização" de novidades) nem UCI, nem Lusomundo, nem talvez Medeia. Agora apeteciam-me rebentar com o JN! Ainda tens a receita do cocktail molotov? ;)